House Church


Ressuscita o meu sonho

11-05-2011 07:25

 

Ressuscita o meu sonho

 

Situações pra eu parar
Circunstância e decepções
que eu encontrei na vida
Pra me desanimar

Perseguições pra me derrubar
Mas o senhor me deu a direção
Me mostrou a saída
Me fez enxergar

O teu propósito,
o teu imenso amor
O teu cuidado
pra ti eu tenho valor

Não há nada nesse mundo
que vai impedir
Os teus projetos em minha vida
irão se cumprir
eu creio

 

Durante boa parte de meu ministério trabalhei como músico e dentre as minhas muitas atividades eu era responsável por analisar as músicas que seriam cantadas pela igreja.

Talvés você me pergunte, porque fazer análise teológica das músicas?

A resposta é pelo simples fato de que muitas músicas que são cantadas e tidas como gospel ou MPC (Música Popular Cristã) não possuem embasamento teológico em seus versos.

O motivo que estou fazendo a análise teológica da música Ressuscita o meu sonho, de autoria de Regis Danese, é pelo fato de um irmão ter postado uma mensagem em nosso site tecendo alguns comentários sobre a música.

Eu respeito e valorizo a opinião de todos e não estou aqui para discutir opiniões ou gosto e estilo músical, mas quero deixar claro da necessidade de fazer uma análise daquilo que cantamos.

Assim gostaria de fazer alguns comentarios sobre a música de Regis Danesi e para isso vou usar 3 critérios, poderiam ser mais, mas vou usar somente os mais relevantes.

E em primeiro lugar devemos análisar o tema proposto pelo autor.

O segundo ponto que devemos levar em consideração é a relação entre a vida do autor/interprete da música e a letra da música. (expressão – aquilo que a letra diz)

Em terceiro lugar devemos analisar a expressão da música, ou seja a letra, se tem um embasamente teológico e bíblico. Pois a impressão da música (notas e pausas) é amoral.

Não é meu objetivo fazer uma biografia do conhecido cantor Gospel Regis Danese, então vamos a um pouco de sua história:

O cantor Régis Danese rendeu-se a Deus. O mundo evangélico rendeu-se a Régis Danese. Igrejas grandes ou pequenas, radicais ou modernas, evangélicas ou católicas, todas se enchem da música “Faz um Milagre em Mim”, o sucesso nacional que desbancou o maior vendedor de CDs religiosos, o padre Fábio de Melo. O cantor já atingiu a marca de 1 milhão de cópias vendidas.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel         O ex-pagodeiro Régis Danese tem 35 anos e uma carreira profissional que beira os 30. Começou a cantar aos 5 anos de idade, aos 10 já tocava vários instrumentos. Passou por programas famosos de calouros, como Chacrinha e Barros de Alencar, cantou e tocou por cinco anos no conjunto Só Pra Contrariar e, na virada do milênio, entregou-se a Deus, largou tudo o que fazia e começou a louvar.

Não foi uma mudança fácil. “Tive muitas perdas financeiras, caminhonetes importadas, não conseguia gravar, fiz um CD gospel independente e nenhuma gravadora se interessava.”Mas Regis Danese já tinha entregado sua vida a Jesus e estava feliz com isso. “Deus me abriu as portas, eu e minha mulher nos batizamos e hoje até gravadoras multinacionais como a Sony BMG, a mesma que grava Madonna, me ligam e querem me contratar, isso tudo é em glória de Deus”, disse.

Natural de Passos (MG), o cantor integrou a dupla sertaneja Regis & Raí, com a qual lançou um disco em 1989 pela gravadora BMG Ariola.

Mais tarde, em 1991, ele foi convidado por Alexandre Pires para participar do grupo Só Pra Contrariar. Durante cinco anos, ele destacou-se com suas composições de grande sucesso lançadas pelo grupo, como “Te Amar Sem Medo”, “O Samba Não Tem Fronteiras” e “Amor Verdadeiro”.

Danese compôs também muitos sucessos para outros cantores, como Daniel, Leandro & Leonardo, Gian & Giovani, Cristian & Ralf, Belo, Vavá, Elimar Santos e Alcione.

Conversão
No ano 2000, por meio de um colega do grupo Só Pra Contrariar, Régis Danese ouviu a palavra de Deus, convertendo-se ao evangelho. “Ele ficou durante anos no grupo e sempre manteve uma postura diferente da nossa, sem se envolver em nossos erros, mostrando seu caráter de homem de Deus. Certo dia, quando eu passava por um grave problema no meu casamento, ele me falou de Jesus, eu acreditei e recebi aquela palavra”, disse o cantor sobre o colega.

A recompensa financeira começa a chegar e o cantor Régis Danese diz que não está preocupado com dinheiro. “Quando a gente se entrega nas mãos de Deus, tudo dá certo.”

O casamento, que estava para acabar em 2000, quando Régis ainda não havia se convertido, foi recuperado e a família unida espera para abril o nascimento de Brenda, “mais uma bênção”.

Os três anos que passou tentando divulgar seu novo trabalho foram de provação. Segundo o cantor, “Deus faz isso para que a gente possa perseverar e para que tudo seja em glória de Deus”.

Seu primeiro CD, “O meu Deus é Forte”, foi lançado em 2004, de forma independente e começou a fazer sucesso sendo indicado no ano seguinte para o troféu Talento nas categorias Melhor Álbum Independente e Cantor Revelação, fazendo com que a gravadora Line Records se interessasse e viesse a distribuir o CD.

Seu segundo trabalho foi o CD “O Melhor Que Eu Tenho”, com 11 faixas e produção de Wagner Carvalho. Como prova de seu amadurecimento na música gospel, Régis Danese inovou e passou a apresentar adoração e louvor com pinceladas de pop rock e, ainda, as participações de sua esposa, Kelly Danese, e de seu filho.

Currículo
Quando começou a procurar gravadora para seu primeiro CD gospel, Regis Danese achou que fosse fácil apresentar um currículo de compositor de grandes sucessos de duplas nacionais conhecidas. “De repente percebi que ter sido músico do Só Pra Contrariar e ter composto tanta música conhecida não servia para me lançar no mercado de gospel”, afirma.

A provação continuou e ele perseverou. Agora que a música “Faz um Milagre em Mim” tornou-se a mais vendida, a mais cantada, ele não tem dúvidas. “Deus muda as coisas conforme sua vontade”.

A música é um hino de um convertido que diz querer ser “como Zaqueu” para subir o mais alto que puder para chamar atenção do Senhor. “Largo tudo pra te seguir, entra na minha casa, entra na minha vida, mexe com minha estrutura, sara todas as feridas, me ensina a ter santidade”, diz a música.

Poucos dias antes do carnaval Régis Danese participou de um show em Salvador. Subiu ao palco a convite do cantor Belo e quando o amigo lhe avisou que ele participaria cantando “Faz um Milagre em Mim”, achou esquisito.

“Disse ao belo que não daria certo, que era quase carnaval e que ninguém ali sabia cantar a música, me surpreendi, o público cantou e eu fiquei emocionado, era Deus sendo louvado no meio do axé”, disse.

Fonte: Correio de Uberlândia

Esse testemunho é coerente ao que ouvimos Regis Danese cantar, não tenho dúvidas disso.

Continuemos nossa análise teológica.

Se observarmos o tema central da letra da música é a Soberania de Deus sobre a vida daquele que nele Crê. Ao tema está agregado um forte sentido do cuidado divino com relação a concretização dos Planos de Deus na vida das pessoas.

Para isso o autor fez paralelos entre as circunstâncias da vida e as reações humanas diante de tais circunstâncias. Circunstâncias que fazem muitos sonhos morrer.

Se pararmos para pensar muitas pessoas já enterraram os seus sonhos e estão afastados de Deus por não entenderem o trabalhar do Senhor em suas vidas e o plano de Deus.

Contextualizando: Quem já não teve o desejo de parar diante de circunstâncias difíceis? Quem já não foi perseguido? Quem já não se descepcionou? Quem já não precisou de direção?

Essa é a nossa realidade, passamos por momentos difíceis que nos abatem  e muitas vezes nos impedem até de caminhar, mas o Senhor nos anima a caminhar e confiar nos seus planos e que nada pode impedira se concretizarem.

Base Bíblica: Jó 42:1,2 “Então respondeu Jó ao Senhor, e disse: Bem Sei que tudo podes, e nenhum dos teus pensamentos pode ser impedido

Pv 16: 20 “O que atenta prudentemente para palavra achará o bem, e o que confia no Senhor será bem-aventurado.”

Jo 16:33b “No mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo eu venci o mundo”

Mt 5:10 “Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus.

Na primeira estrofe e início da segunda o autor apresenta essa realidade de dificuldades vivida (tudo indica que foi uma experiência própria) e imediatamente apresenta que o Senhor lhe deu a direção, mostrou o caminho e o fez enxergar que além das circuntâcias exite um prósito em tudo que acontece e que o Senhor Deus cumprirá os seus planos para a sua vida.

Base Bíblica:

Sl 37:5 Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará.

At 14:22 “confirmando o ânimo dos discipulos , exortando-os a permanecer na fé, pois que por muitas tribulações nos importa entrar no Reino dos Céus.

Sl 34:19 “Muitas são as afliões do justo, mas o Senhor o livra de todas.

A Terceira estrofe expressa a necessidade que temos de entender o cuidado de Deus e o valor que temos para Ele diante do seu amor expresso na pessoa de Jesus Cristo. Isso é o reconhecimento da total soberania de Deus sobre a sua vida.

Na última estrome o autor expressa a sua fé, na última frase, dizendo que ele Crê que nada nesse mundo vai impedir os propósitos do Senhor se cumprirem em sua vida.

Base Bíblica: Jó 42:1,2 “Então respondeu Jó ao Senhor, e disse: Bem Sei que tudo podes, e nenhum dos teus pensamentos pode ser impedido

Is 55:8-9 “ Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor. Porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos”

Na realidade eu concluo que esta música é uma expressão de fé do autor e que tem embasamento bíblico em sua letra.

Também não vejo nenhuma apologia por parte do autor referente a doutrina da prosperidade ou confissão positiva.

A prosperidade bíblica é uma promessa Deus, e é expressa de diversas formas e em diferentes épocas da vida do povo de Deus. Essa promessa não se limita, contudo, somente à prosperidade material, atinge todas as esferas da vida, também a dimensão espiritual. Isso sim deve ser entendido!

Essa análise não se esgota aqui, eu poderia abordar outros aspectos mas para não torná-la extensa demeis encerro por aqui.

Espero que tenha lhe ajudado a entender melhor o que o autor tentou expressar nessa linda composição.

 

Pastor Rubens F. C. Terra

Bacharel em Teologia pela Escola Superior de Teologia (MEC) – EST

Bacharel em Teologia Ministerial – Faculdade Teologica Moriá

Bacharel em Ciências Físicas e Biológicas - UNICRUZ

Músico Profissional – OMB – RS

Especialização em música sacra

—————

Voltar