House Church


Precisamos fazer uma limpeza...

26-05-2012 21:28

Hoje acordei com aquele instinto de limpeza geral, e pensei vou aproveitar para dar uma geral em algumas coisas, primeiro no computador e depois no meu armário para aproveitar o feriado e começar o mês mais organizado.

Fazia tempo que queria fazer uma limpeza em meu notebook, pois vinha notando que estava pesado e algumas tarefas eu sentia que estava funcionando de maneira inconsistente.

Comecei verificando os programas que estavam instalados, fiquei surpreso do quanto de programas estavam instalados, que não foram instalados por mim, e que jamais utilizei, mas que estavam em minha máquina. Sem contar os programas maliciosos que deixam os computadores escravos.

Programas que são instalados quando acessamos sítios da internet, e que sem percebemos nossa máquina é invadida sem a nossa permissão.

Confesso que nem todos os programas eu consegui retirar (desinstalar), pois necessitam de algumas ferramentas para que possam ser retirados.

No entanto durante esse processo de limpeza no meu notebook enquanto eu verificava o que ia desinstalar comecei a pensar sobre algumas realidades da vida, ao mesmo tempo em que Deus falava ao meu coração sobre aquilo que não vemos, mas está dentro da gente.

Assim como programas nocivos invadem nossos computadores todos os dias também somos invadidos por modismos, ideologias, falsas verdades que começam a fazer parte de nosso pensar e que de maneira sutil mudam nossa maneira de ver e reagir a determinadas situações da vida, invertendo os reais valores e sentido da vida.

Para muitos hoje o suprassumo de suas vidas é realizar uma viajem a redor do mundo, ou comprar o carro com maior tecnologia que existe, ou o aparelho que posso lhe conectar com o mundo em um piscar de olhos, passando assim a viver de maneira que a realidade passa ser dominada por aquilo que uma sociedade consumista dita como certo.

A verdade é que tudo isso provem de algum lugar e fomentado por algumas coisas que estão dentro de nós mesmos e não fora.

Algo entra, porque saiu de algum lugar e esse lugar chama-se coração do homem.

Jesus Cristo nos diz no Evangelho de Mateus que não é o que entra pela boca o que contamina o homem, mas o que sai da boca, isto, sim, contamina o homem. (Mt 15:10).

Jesus Cristo foi duro sobre essas questões, ele sempre chamou a atenção dos seus discípulos e daqueles que andavam com ele pelo caminho, sobre a hipocrisia.

A conversa entre Jesus e os religiosos da época (fariseus) não foi reservada e o que ele dizia merecia uma explicação.

 

Jesus levanta uma questão crucial, sobre o que contamina o homem: E tendo convocado a multidão lhes disser: Ouvi e entendei: não é o que entra pela boca o que contamina o homem, mas o que sai da boca, isto, sim, contamina o homem(Mt 15:10).

 

Diante da fala de Jesus, os seus discípulos tiveram dúvidas, a ponto de Pedro pedir que Cristo explicasse aquela parábola.

 

Diante disso, Jesus explicou pacientemente: Não compreendeis que tudo o que entra pela boca desce para o ventre e, depois, é lançado em lugar escuso?”(Mt 15: 17).

Em outras palavras, comer e eliminar faz parte de um processo natural que nada tem a ver com o valor moral de um ser humano.

 

Não compreendeis que tudo o que entra pela boca desce para o ventre e, depois, é lançado em lugar escuso? Mas o que sai da boca vem do coração, e é isso que contamina o homem. Porque do coração procedem maus desígnios, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias. São estas as coisas que contaminam o homem; mas o comer sem lavar as mãos não o contamina. (Mateus 15:17-20)

 

Poderíamos falar muitas coisas sobre os “maus desígnios” citados acima, mas gostaria de me ater apenas à palavra “coração”.

 

Jesus deixou claro que o problema dos fariseus estava no interior, em seus corações. Aqui, Jesus diz que o foco deles estava no exterior, naquilo que entra no homem, quando deveriam estar atentos no interior, no coração, a origem de todos os males.

 

Este não é um princípio para se aplicar nas outras pessoas, mas sim um princípio que deve ser aplicado a si mesmo.

 

Nos não temos a capacidade de conhecer o coração de outra pessoa, só podemos responder por aquilo que está em nosso coração.

É por isso, que às vezes devemos fazer uma faxina não somente em nosso computador, mas também em nosso mente e coração.

 

É de fundamental importância reavaliar nossos pensamentos e realizar a uma limpeza completa em tudo o que vai contra o nosso ser.

 

Aproveite o tempo e reflita sobre o que tem saído do teu coração.

 

Pr Rubens Terra

 

—————

Voltar