House Church


Porque precisamos de Jesus

17-12-2012 21:46

Porque precisamos de Jesus? Quem sabe você estranhe essa pergunta ou ainda, nunca tenha feito.

Quando estudamos a vida do Apostolo Paulo, vemos o próprio apostolo falando de si mesmo de forma muito objetiva. A biografia de Paulo era incontestável diante de qualquer judeu de sua época.

O Apostolo Paulo diz que quanto ao guardar a Lei ele era irrepreensível. Paulo podia até gloriar-se como um exemplo de Judeu, pois tinha uma história. Circuncidado ao oitavo dia, da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; quanto a Lei, fariseu, quanto ao zelo, perseguidor da igreja, quanto à justiça que há na lei, irrepreensível.

Veja que grifei algumas palavras que julguei importantes na biografia de Paulo e que servirão referenciais para nossa reflexão.

Pense comigo, se Paulo era tudo isso que dizia ser em sua autobiografia porque ele iria precisar de Jesus Cristo?

Diante dos próprios pecados não precisava se preocupar, pois era um judeu fiel cumpridor da Lei.

Essa questão nos faz pensar porque Paulo então iria se preocupar com Jesus Cristo.

O problema de Paulo não era Jesus, mas sim o Cristo. A expectativa dos judeus daquela época diante do aparecimento do Messias profetizado não condizia com o que Jesus Cristo pregava e fazia.

A perseguição que Paulo (Saulo) desprendeu contra os discípulos de Cristo exalavam o ódio e a indignação contra o próprio Cristo.

A experiência que Paulo (Saulo) teve na estrada de Damasco (Atos 9) o colocou face-a-face com o Cristo com que ele tanto perseguia.

Quais foram as palavras que Paulo (Saulo) ouviu de Jesus? Saulo, Saulo! Porque me persegues?

Quais foram as palavras de Saulo? Quem és tu Senhor? Essas foram as palavras de Saulo, quem és Tu, Senhor?

Nesse momento Jesus se apresenta: Eu sou Jesus, a quem tu persegues.

Cego diante de sua presença nesse momento Jesus começa a se tornar o Cristo para Paulo.

Muitas pessoas são como Paulo se julgam irrepreensíveis, se consideram exemplo, possuem uma história, são zelosas e ainda se acham justas.

Essas atitudes fazem com que tais pessoas conheçam apenas o Jesus histórico, ainda não tiveram a experiência com o Cristo.

São os chamados cristãos nominais, sem experiência, autossuficientes, dependentes de si, arrogantes e cheios de autojustiça.

Pessoas com esse perfil porque precisariam de Jesus?

A verdade é que chega um momento de nossa vida queiramos ou não teremos um encontro com a graça e a misericórdia de Deus na pessoa de Jesus Cristo.

Deus quer que conheçamos o Cristo, o messias, o Salvador, a expressão do seu amor para com a humanidade, independente quem sejamos ou que tenhamos.

Paulo não precisava de Jesus até ter um encontro com Ele e se tornar um dos maiores exemplos de Discípulo de Cristo.

Que o Senhor nos dê todos os dias a experiências para que possamos ter um encontro com o Cristo.

Pr Rubens Terra

 

 

—————

Voltar