House Church


Livres mas não libertos

03-08-2011 22:59

 

Um texto da Palavra de Deus que me toca muito cada vez que leio é Isaías 61:1 e ele fala sobre as boas novas de salvação.

Este texto descreve a pessoa do Senhor Jesus Cristo e também como está relatado no Evangelho de Lucas 4:18-19 o próprio Cristo fez a leitura deste texto na Sinagoga de Nazaré e disse: Hoje se cumpriu as escrituras que acabais de ouvir: “Proclamar libertação aos cativos e por em liberdade os algemados”.

Quem lê esse texto tem a impressão de Jesus Cristo está fazendo um visita a uma prisão ou cárcere. Só que Jesus está falando de outro tipo de prisão que leva a humanidade à morte e que somente ele pode libertar.

O que vou falar até parece paradoxal, mas gostaria de levar você a seguinte reflexão: “ Se Jesus nos libertou porque que muitas pessoas não se sentem libertos?”

É como se as portas da prisão tivessem abertas e os prisioneiros permanecem sentados dentro da prisão, alienados diante da liberdade.

Fala-se muito em liberdade, levantam bandeiras em nome dela, mas poucos sabem sobre ela ou a vivem de maneira utópica.

As prisões e cadeias de nossos dias tomam tantas formas e tipos que nem mesmo as pessoa conseguem identificar.

O Apóstolo Paulo nos diz em Gálatas 5:1 “para liberdade foi que Cristo nos libertou”.

Jesus diz em Jo 8:32 “Então conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”.

Pense comigo sobre a condição daqueles que estão em algum tipo de prisão.

Na prisão os prisioneiros não fazem nada, recebem o alimento sem precisar trabalhar, possuem o mínimo de condição para sobreviver – cama, mesa e banho – sem preocupação alguma.

O pecado escraviza o homem e o leva a morte. Quem sabe hoje a grande dificuldade seja identificar o que seja pecado.

Numa época de profundo relativismo as pessoas tentam justificar os seus pecados dizendo: “não é bem assim, isso era em outros tempos”.

Muito cuidado! No fundo as pessoas sabem bem o que é pecado e amam ele, pois ele satisfaz as vontades humanas.

Deus não muda. Ele é o mesmo, o homem sim tem tentado mudar Deus e pintado um Deus solidário aos pecados humanos.

É por isso que as pessoas mesmo libertas ( como uma condição em Cristo) se sentem presas.

O Deus da Bíblica é o Deus santo, que liberta e transforma e nos dá vida.

Quando estamos nele podemos ter a certeza que verdadeiramente fomos e somos libertos.

 

Pr. Rubens Terra

—————

Voltar