House Church


A Família e a Fé

27-03-2011 21:45

 

             Vivemos num mundo pós-moderno cada vez mais complexo, em que os desafios no convívio social e familiar aumentam de forma astronomica e adotar normas e regras se tornou uma questão de vida ou morte, fracasso ou sucesso.

            Nesse contexto social vemos a família com um papel importantíssimo na transmissão de valores morais, éticos e religiosos.

            Nenhuma instituição sofreu tanto com as grandes transformações ocorridas nas últimas décadas, quanto a família e todas essas mudanças causaram perplexidade e, sobretudo, fizeram com que as relações humanas se tornassem mais complexas.

            Oprimida por novos ideais, pela busca desenfreada do sucesso e bens materiais, influência das doutrinas humanistas que oferecem toda sorte de misticismo religioso agregados de heresias e sutilizas malignas, a família resiste.

            Diante desse cenário, pais e mães perguntam: O que fazer?

           A mídia diariamente bombardeia os lares, com dicas e regras infaliveis para melhorar a vida das pessoas, com regras para todo o gosto.

            Temos dicas de como se tornar um líder, lições para educar os filhos, normas para ser promovido no emprego, regras para superar o fim do relacionamento, dicas para melhorar a vida sexual, dentre outra muitas.

            A transmissão da fé em nossa cultura atual requer da família cuidados que nossos pais não tiveram, pois não se pode abrir mão de valores que orientem sobre o viver sábio e justo.

            Religiões Self-Service, surgem a todo momento, onde as pessoas escolhem a religião ou denominação, mas elas estipulam seus padrões – o que seguir ou não.

            Sendo assim, os dias dias de hoje revelam uma situação em que não há consenso, entre os cristão, em muitas questões que são inegociáveis na fé cristã.

            Até pouco tempo ser cristão protestante ou evangélico denotava certos padrões de comportamento, usos e constumes.

            Hoje o plurarismos religioso, fazem com que as pessoas tenham uma fé superficial e sentido lógico.

            Nem sempre o que vivido dentro das igrejas nos dias de domingo são vivido por seus membros no decorrer da semana.

            Esses são aspectos que que devem ser levados em consideração, para que se possa fazer um avalição sobre o exito ou não das famílias na responsabilidade de transmitir a fé.

            O Caminho para que a família enfrente as barreiras e dificuldades relacionadas a transmissão da fé, passa pela busca individual de seus membros em um relacionamento maior com Deus.

Precisamos entender que a família, apesar de ser um instutuição constituida por Deus, é composta por seres humanos, e mostra-se inserida sempre em um contexto cultural.

            Por isso um dos maiores desafios para os Cristãos modernos é clarificar valores morais, refletir sobre o relacionamento com a cultura e viver de modo agradável a Deus.

Pr. Rubens F. C. Terra

—————

Voltar