House Church


“Religiosidade diz respeito à visualização de Divino” -

02-03-2011 22:17

     Talvez este tema pareça um pouco confuso para você, mas em síntese o que quero tratar é sobre a forma que cada pessoa tem de ver a Deus – a visualização do divino.

    Vejam bem, muito são impelidos a buscar a Deus por diversos motivos e formas, assim surge à necessidade de transcender o que se chama “Deus”.

    Isso não é uma realidade somente dos nossos dias, o Antigo Testamento é rico em textos que expressam a busca de uma experiência religiosa.

    Diante disto destaco que a imagem de Deus (a maneira que vemos a Deus) está relacionada a uma experiência pessoal com Ele.

    Para que se possa entender as especificidades do Sagrado é necessário entender que na própria busca por Deus o homem é obrigado a transcender e projetar-se num mais além das próprias imagens de Deus, compreendendo que Deus está além das idéias e percepções humanas.

    Subjetivamente o Deus de Abraão não é o mesmo Deus de Jacó no contexto que ambos tiveram experiências diferentes e particulares com Deus.

    Parece paradoxal quando digo que o meu Deus não é o mesmo seu Deus, mas essa afirmação está diante da imagem que temos Deus (essa não é a mesma), mas Deus continua sendo único para nós.

    Quando estudamos o Antigo Testamento, principalmente a história dos patriarcas, podemos constatar que cada grupo patriarcal teve sua própria experiência religiosa, constatado pela própria designação dada à divindade de uma família, cada patriarca tinha o seu Deus pessoal.

    O convívio entre essas famílias e a necessidade do mútuo relacionamento fez com as experiências próprias delas fossem integradas e gradativamente os diversos deuses se tornaram um só – O Deus de meus pais.

    Assim o podemos dizer que o Deus de Abraão é o mesmo Deus de Jacó, que é o meu Deus e seu Deus – aquele que é único e digno de receber a honra, a glória e o louvor.

 Em Cristo

Pr Rubens F. C. Terra   

—————

Voltar